marathonbet

PREÇOS POSITIVOS

marathonbet - Milho opera em alta em Chicago, acompanhando desempenho da soja e trigo

Mercado aguarda relatório sobre oferta e demanda que será divulgado pela USDA nesta quinta-feira (9)

Colheita de milho, grãos
Foto: Pedro Revillion

Os contratos do milho operam com preços mais altos nas negociações da sessão eletrônica da Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) na manhã desta quarta-feira (8).

Aguardando pelo relatório de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que será divulgado nesta quinta-feira (9), o mercado se firma em território positivo. Mesmo uma maior aversão ao risco no financeiro não limita o avanço do cereal, que segue o bom desempenho dos vizinhos trigoesoja.

Analistas consultados pelas agências internacionais apostam em uma produção de 15,076 bilhões de bushels de milho em 2023/24, ficando acima dos 15,064 bilhões de bushels indicados em outubro e à frente dos 13,715 bilhões de bushels colhidos na temporada 2022/23.

A produtividade média deve ficar em 173,2 bushels por acre, maior que os 173 bushels por acre indicados em outubro, mas abaixo dos 173,4 bushels por acre colhidos na safra 2022/23. A área a ser colhida de milho deve ficar em 87,1 milhões de acres, similar à estimada no mês passado, mas acima dos 79,1 milhões de acres registrados na temporada 2022/23.

Os estoques finais de passagem da safra 2023/24 norte-americana devem ser indicados em 2,129 bilhões de bushels, acima dos 2,111 bilhões de bushels previstos em outubro.

Para a safra global 2023/24, os estoques finais de passagem devem ser indicados em 312 milhões de toneladas, abaixo das 312,4 milhões de toneladas apontadas em outubro. A previsão é de que os estoques finais de passagem da safra mundial 2022/23 sejam apontados em 297,8 milhões de toneladas, inferior às 298,1 milhões de toneladas indicadas no mês passado.

Os contratos com vencimento em dezembro de 2023 operam cotados a US$ 4,72 3/4 por bushel, alta de 4,25 centavos de dólar por bushel ou 0,90% em relação ao fechamento anterior.

Ontem (7), o milho fechou a sessão com forte baixa nos preços. O mercado foi pressionado, desde o início da manhã, pelo rápido avanço da colheita nos Estados Unidos, combinado com a pressão sazonal de oferta. Uma maior aversão ao risco no financeiro, com o dólar avançando frente a outras moedas e o petróleo recuando forte em Nova York, completou o panorama desfavorável para os preços.

Na sessão, os contratos de milho com entrega em dezembro fecharam a US$ 4,68 1/2 por bushel, recuo de 8,75 centavos de dólar, ou 1,83%, em relação ao fechamento anterior. A posição março de 2024 fechou a sessão a US$ 4,83 1/2 por bushel, baixa de 9,00 centavos de dólar, ou 1,82%, em relação ao fechamento anterior.

Saiba em primeira mão informações sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo. Siga o marathonbet no WhatsApp! .
marathonbet Mapa do site