bet casino

Produção da safra de grãos 2008/2009 é considerada a segunda maior da história

Apesar da queda em relação ao ciclo passado, foi registrado um aumento de 0,5%, se comparado ao levantamento de julhoA pouco mais de um mês para o fechamento da safra 2008/2009, e após três meses de quedas consecutivas, a produção brasileira de grãos teve uma leve recuperação, de acordo com o 11º levantamento divulgado nesta quinta, dia 6, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Tanto a produção quanto a área plantada apresentaram aumento de 0,5% em relação ao mês passado, atingindo 134,49 milhões de toneladas e 47,66 milhões de hectares. O novo resultado fez cair para 6,7% a diferença negativa em re

Com mais de 97% da colheita concluída, este ciclo consolida a segunda melhor posição da história, segundo a companhia. As lavouras de milho segunda safra da região Centro-Oeste foram as principais responsáveis pela recuperação em relação ao mês de julho, com destaque para Mato Grosso e Goiás. O clima ajudou os produtores goianos a ampliar a safrinha em 171,9 mil toneladas, atingindo 1,81 milhão toneladas.

Em Mato Grosso, o incremento foi de 392,5 mil toneladas, totalizando 6,75 milhões toneladas. A produção nacional de milho safrinha é agora de 16,63 milhões toneladas.

? O clima foi muito favorável no Mato Grosso, o que compensou a perda que houve no Paraná, especificamente em relação ao milho safrinha, que era a nossa principal preocupação ? disse o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, Sílvio Porto.

Entretanto, a produção total de milho deve registrar queda de mais de oito milhões de toneladas em relação à safra passada. Nas lavouras de soja, a redução pode chegar a quase três milhões de toneladas. O arroz deve se manter estável em relação ao ciclo 2007/2008, com aumento de aproximadamente 565 mil toneladas.

Para a produção de trigo, a estimativa é de alta de quase dois milhões de toneladas. Esse aumento estimulou a Conab a marcar para os próximos 15 dias o primeiro leilão do cereal no Paraná e na região Nordeste. O mecanismo usado vai ser a venda de estoques públicos, com oferta de duzentas mil toneladas.

Ainda em comparação ao mês passado, a estatal também ajustou, para baixo, os números da soja (57,13 para 57,12 milhões toneladas), do feijão (3,53 para 3,50 milhões toneladas) e do arroz (12,74 para 12,64 milhões toneladas). Por outro lado, a pesquisa registra crescimento de 4,7% na produção de arroz em relação ao ciclo 2007/2008 (12,10 para 12,64 milhões toneladas).

De cada 100 quilos de grãos colhidos no Brasil nesta safra, cerca de 42 foram de soja, 37 de milho, 9 de arroz, 4,5 de trigo e 2,6 de feijão. Aproximadamente 40% da produção são da região Sul, 36% do Centro-Oeste, 12% do Sudeste, 9% do Nordeste e 3% do Norte. Mato Grosso mantém-se como o maior Estado produtor de grãos, com 27,48 milhões toneladas de toda a produção nacional. Em segundo lugar está o Paraná, com 25,18 milhões de toneladas.

A safra de trigo 2009/2010 está estimada em 5,85 milhões toneladas, ou seja, 180,8 mil toneladas a mais que o divulgado em julho. O crescimento foi registrado principalmente no Paraná, Estado responsável por 57% da produção brasileira do cereal.
Esta edição da pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 17 de julho. Os técnicos da estatal entrevistaram agricultores, agrônomos, técnicos de cooperativas, secretarias de agricultura, agentes financeiros e órgãos de assistência técnica e extensão rural dos principais polos produtores do país.

O governo deve manter as atuais políticas para garantir os preços de outras culturas.

? É continuar fazendo intervenções e assegurando, principalmente, as intervenções da política de garantia de preços mínimos, onde o governo faz com que o preço mínimo seja cumprido e nós temos na próxima semana uma decisão pela retomada das intervenções, só dependemos de um ajuste entre o mapa e a fazenda ? acrescentou Porto.

bet casino Mapa do site