26bet

26bet - Semana da soja é marcada por cortes nas expectativas de produção

FATOS MAIS IMPORTANTES

26bet - Semana da soja é marcada por cortes nas expectativas de produção

Relatórios da Conab e do USDA foram os destaques, tendo o poder de mudar a dinâmica de mercado da soja brasileira

vagens soja grão
Foto: Luiz Henrique Magnante/Embrapa

A semana foi marcada por novas estimativas para a safra brasileira de soja em 2023/24. Safras & Mercado e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) cortaram as suas projeções para menos de 150 milhões de toneladas.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) também diminuiu seu número, mas foi bem mais comedido, apontando expectativa de 156 milhões de toneladas para o Brasil.

Para a Safras, a produção brasileira de soja em 2023/24 deverá totalizar 149,076 milhões de toneladas, com retração de 5,5% sobre a safra da temporada anterior, que ficou em 157,83 milhões de toneladas.

Ajustes nas produtividades de soja

Foram feitos ajustes nas produtividades médias esperadas para estados das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

“O avanço dos trabalhos de colheita começa a revelar a realidade da safra brasileira, especialmente nos estados que sofreram com a baixa umidade e temperaturas elevadas durante o último trimestre de 2023”, explica o analista e consultor de Safras, Luiz Fernando
Gutierrez Roque.

Chuva deve minimizar queda severa

Apesar disso, a chegada de chuvas a partir dos últimos dias de dezembro trouxe um ambiente mais favorável ao desenvolvimento das lavouras do Centro-Norte do país, principalmente nas áreas que foram semeadas mais tardiamente ou replantadas.

“Tal fato deve impedir uma queda ainda maior nas produtividades médias esperadas para alguns estados, em especial na Região Nordeste. Se chuvas regulares continuarem atingindo certos estados, podemos ter surpresas positivas nas próximas semanas”, completou.

Relatório da Conab

Imagem: Guilherme Soares/26bet BA

Conforme o 5º Levantamento da Safra 2023/24 de Grãos da Conab, divulgado nesta última quinta-feira (8), a produção brasileira de soja deverá totalizar 149,4 milhões de toneladas na temporada, recuo de 3,4% na comparação com o ciclo anterior, quando foram colhidas 154,6
milhões de toneladas.

No relatório anterior, a previsão da entidade era de safra de 155,3 milhões de toneladas. Houve um corte de 3,8% entre um mês e outro.

Projeção do USDA para a soja

O relatório de fevereiro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) projetou safra mundial de soja em 2023/24 de 398,21 milhões de toneladas.

Em janeiro, a previsão era de 398,98 milhões. Os estoques finais foram elevados de 114,6 milhões para 116 milhões de toneladas. O mercado esperava um número de 112,9 milhões de toneladas.

Para as safras dos três principais produtores do mundo, o órgão indicou os seguintes números:

  • Brasil: 156 milhões de toneladas, corte de 1 milhão ante a estimativa anterior;
  • Estados Unidos: 113,35 milhões de toneladas, sem alteração;
  • Argentina: produção de 50 milhões de toneladas – o mesmo do indicado previamente.

Já os estoques finais estão projetados em 315 milhões de bushels ou 8,57 milhões de toneladas. O mercado apostava em carryover de 282 milhões de bushels ou 7,67 milhões de toneladas. Em janeiro, a previsão era de 280 milhões ou 7,62 milhões de toneladas.

Sair da versão mobile
26bet Mapa do site